BRE: “E seguia Jesus no caminho” (Mc 10,52): com Padre Dehon no seguimento a Jesus

11825937_595602440582377_1027191681823200437_n

O mistério da nossa vida pode ser entendido como uma parábola do caminho. Viver é caminhar e “ficar parado vendo tudo passar” é sinal de uma existência sem sentido. Somos caminheiros que sabem que o caminho se faz caminhando. Não somos “postes plantados na margem da estrada”, mas andarilhos que a cada passo da jornada olham para o horizonte que se revela como razão do caminhar. É nessa caminhada que nos entendemos como cristãos e dehonianos.

Discípulos missionários de Jesus Cristo em quem pelo Espírito somos filhos amados do Pai, nós marcamos nosso passo animados pelo Evangelho. Caminhamos cheios de alegria porque sabemos de Quem viemos e por Quem caminhamos, pois nosso horizonte não é uma ideia nem uma coisa, mas o Deus Amor, Pai que no Filho cria e redime e no Espírito santifica e plenifica. Trilhando nosso caminho temos o coração repleto de infinito e o nosso olhar iluminado pela fé. Num mundo sombrio no qual as pessoas não mais se conhecem e quando se conhecem se olham como adversários numa corrida frenética pela sobrevivência, nós buscamos viver e não sobreviver porque “levamos na mochila” uma palavra e um projeto de esperança. A parábola do caminho é a parábola da nossa vida. Muitos se deixaram tocar e apaixonar pela pessoa de Jesus e com Ele se puseram no caminho do Reino. Assim aconteceu com Pedro, com Madalena, com Paulo, com Bartimeu, com Francisco, com Teresa, com Dulce, com João Paulo e tantos outros que deixaram de ficar à beira do caminho da vida, ouviram o chamado de Cristo, levantaram-se com coragem e o seguiram com alegria. Assim aconteceu com o nosso fundador o Venerável Servo de Deus Padre Leão Dehon. Ele também seguiu Jesus, sua parábola de vida é modelo para a nossa que ainda está sendo escrita, o seu caminho é nosso caminho.

MissionáriosA nossa Família Dehoniana caminha nas estradas do mundo seguindo Jesus Cristo pisando nas pegadas deixadas pelo Padre Leão Dehon. Nós somos uma família de irmãos e irmãs que tem Padre Dehon como um “pai espiritual”. “Dehonianos e dehonianas” nós somos sacerdotes, religiosos, leigos e leigas, consagrados e consagradas que unimos a nossa vida à oblação reparadora de Cristo ao Pai em favor da humanidade. A trilha traçada por Padre Dehon é um modelo que inspira e que anima. Na sua vida e no seu projeto reconhecemos um homem do Coração de Jesus e do coração do povo que se tornou profeta dos novos tempos.

Nascido em La Capelle na França no dia 14 de março de 1843 e morto no dia 12 de agosto de 1925 em Bruxelas na Bélgica, Padre Dehon viveu uma longa existência consumida pelo amor ao Salvador de Coração transpassado na cruz e por seu Reino nas almas e na sociedade. Dehon contemplava no amor de Cristo que aceita a morte e se oferece em oblação a fonte da vida para toda a humanidade. No lado aberto do Crucificado Dehon via o sinal de um amor que no dom total de si recriava a humanidade dando-lhe um coração novo. A sua vida foi vivida como união permanente ao amor de Cristo e se traduziu na oblação e reparação a serviço do Reino. Neste sentido ele soube conciliar contemplação e ação, vivendo para Deus e para o povo. Centrado na vida eucarística, Dehon celebrava e adorava a Eucaristia para estar unido a Cristo e fortalecer o seu serviço ao povo. À sua Congregação ele dizia que “a vida do religioso e do sacerdote do Sagrado Coração deve ser continuação de sua missa”. Esta união com Jesus que se imola sobre a cruz e sobre o altar é a fonte do serviço ao povo pobre, humilde e marginalizado. Dehon foi um verdadeiro místico que soube ser ao mesmo tempo um homem do seu tempo. Atento aos problemas sociais e aos desafios da Igreja, consciente da necessidade de uma nova postura e de novas obras para os novos tempos, ele encarnou e profetizou um novo jeito de ser Igreja com um renovado ardor porque “novas necessidades exigem procedimentos novos”. “Ir ao povo” era o seu lema pastoral e renovar a Igreja para libertá-la do medo e do comodismo das sacristias era um desafio que o animava. Dehon sempre dizia como Jesus “eis-me aqui” para estar unido à sua oblação ao Pai e ajudar na construção da civilização do amor.

3892Hoje “seguimos Jesus pelo caminho” fazendo da nossa vida uma oblação ao Pai unida à oblação de Cristo. Com Ele e como Ele queremos reparar as feridas do coração das pessoas e do mundo com o seu amor redentor. Profetizando este amor e servindo à reconciliação, buscamos construir uma civilização na qual todas as pessoas possam estar no caminho e não à beira da estrada, pois todos têm direito a uma vida digna com terra, trabalho, pão e paz. Construir essa civilização do amor e da justiça é o nosso sonho que se concretiza na opção preferencial pelos pobres, na atenção aos sinais dos tempos e no compromisso com um serviço pastoral que leve em conta a realidade social das pessoas com as quais vivemos e às quais evangelizamos. Por isso pensamos e trabalhamos como Dehon para unirmos contemplação e ação, mística e missão, oração e apostolado a fim de que em Jesus Cristo nossos povos tenham vida.

Dehon“Com Dehon no seguimento a Jesus”, esta é a parábola do caminho de todo dehoniano. Passo a passo, pouco a pouco, o caminho se faz num seguimento apaixonado à Pessoa de Jesus Cristo nos comprometendo com Ele por uma vida de oblação e uma missão de reparação. No caminho de Jesus encontramos o sentido da nossa existência que é iluminada pelo testemunho do nosso Fundador. Por isso continuamos a nossa jornada firmes na fé, alegres na esperança e vivendo o amor levando Cristo ao coração do mundo e trazendo o mundo ao Coração de Cristo.

udienza_07 (1)

Pe. Gimesson Eduardo da Silva, SCJ Colégio Internacional Leão Dehon – Roma Mestrando em Teologia Dogmática na Pontifícia Universidade Gregoriana 

Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s