BRE: Iluminados pela Palavra proclamada na liturgia, iniciamos um novo ano sob a proteção da Mãe de Deus

“Salve, Santa Mãe, que destes à luz o Rei do céu e da terra!”

theo_tokosNo início de um novo ano que acolhemos como um dom de Deus, celebramos a maternidade de Maria, Mãe de Deus e nossa mãe. Em Maria, virgem e mãe, Deus fez uma morada para o Filho amado que se encarna. Maria é Mãe de Deus! Maria gerou e carregou no seu ventre Jesus Cristo, verdadeiro Deus e verdadeiro homem, o Verbo Encarnado, o Filho de Deus feito homem por obra do Espírito Santo. Aquele que nela foi concebido e ao qual ela deu à luz é Deus feito homem! Assim venerando Maria, Mãe de Deus, adoramos seu filho Jesus Cristo, nosso Senhor e Deus, a verdadeira bênção divina da qual nascem todas as bênçãos para a nossa vida.

maria-orando

“Assim invocarão o meu nome sobre os filhos de Israel, e eu os abençoarei” (Nm 6,27). Esta bela fórmula de bênção sacerdotal do livro dos Números abre o nosso ano civil dando-nos a certeza da presença de Deus no nosso tempo e na nossa história. Deus faz brilhar e mostra o seu rosto para nós (cf. Sl 66,2), manifesta-nos o seu favor e a sua providência. Recebendo o dom da paz que vem do coração de Deus, somos um povo que caminha nas estradas do mundo confiando na sua proteção. Rezemos sempre para que “Deus nos dê a sua graça e sua bênção” (Sl 66,2a).

10885151_574193172716196_5863865477055566490_n (1)Receber as bênçãos de Deus no início de mais um ano significa abrir-nos ao dom da força, da coragem, da inteligência, da perseverança, da alegria, da esperança e da fé. Deus nos abençoa porque “nos faz fazer” e não toma o nosso lugar “para fazer acontecer na nossa vida”.  A sua graça nos faz capazes de procurar viver bem sem medo de enfrentar os problemas, sem entrarmos em pânico diante dos desafios e sem nos fecharmos à aventura de caminhar.

“Deus enviou o seu Filho, nascido de uma mulher” (Gl 4,4). Esta é a bênção que Deus nos dá: o seu Filho feito homem. Segundo o Apóstolo São Paulo, o Filho de Deus se torna membro da comunidade humana para que a humanidade entre na família de Deus e o Espírito a faça gritar que o Senhor é o seu “Abá, Pai” (Gl 4,6). A bênção que buscamos não é uma coisa boa, não é uma realidade espiritual nem muito menos uma ideia positiva, mas a “nossa bênção dada por Deus” é uma pessoa, Jesus Cristo. Em Jesus Cristo nós somos abençoados porque somos “benditos” por Deus, temos a plenitude da alegria porque nele a Vida se manifesta em toda a sua potência (1Jo 1,1-4) recriando-nos no Deus que é amor (1J0 4,7ss) fazendo-nos seus filhos.

Jezus“Os pastores foram às pressas a Belém e encontraram Maria e José, e o recém-nascido, deitado na manjedoura” (Lc 2,16). Que bela imagem temos diante de nós no início de um novo ano! Ainda hoje, vivendo as alegrias do Natal, podemos dizer que resplandece sobre nós a luz do amor de Deus porque nasceu o Salvador que é Cristo Jesus. O seu nome é “Jesus”, que significa “Deus salva”. Sim, verdadeiramente somos salvos do mal, do pecado e da morte em Jesus Cristo que é verdadeiro Deus nascido verdadeiro homem ao assumir nossa carne no ventre de Maria fazendo-nos filhos de Deus e herdeiros da vida divina.

 “Quanto a Maria, guardava todos estes fatos e meditava sobre eles em seu coração” (Lc 2,19). Eis aqui a Mãe de Deus! Maria é aquela que sabe contemplar e meditar o mistério da vida e da presença de Deus. O seu coração é contemplativo e adorador. Não entende tudo, mas contempla, não conhece tudo, mas medita, não vê tudo no primeiro momento, mas adora Deus que se faz presente. Como precisamos de um coração parecido ao coração da nossa Boa Mãe! Maria soube viver bem a vida, ou melhor, soube acolher a Vida que é o seu Filho Jesus porque tinha um coração aberto para reconhecer “a plenitude dos tempos” (Gl 4,4) na cotidianidade do nosso tempo. Iniciando mais um ano precisamos aprender com a Mãe de Deus o segredo simples e silencioso de uma vida bem vivida, procurando acolher tudo aquilo que vem, bom ou não tão bom, contemplando, meditando e procurando mergulhar no mistério do senhorio amoroso de Deus a fim de responder-lhe com um amor filial.  noticia_174

Iluminados pela Palavra proclamada e partilhada, procurando vivê-la com simplicidade, confiemo-nos à proteção da Mãe de Deus e nossa mãe no início deste ano de 2015 para cantarmos com ela que o Senhor olha para a humildade dos seus filhos e filhas fazendo-nos maravilhas porque se lembra sempre da sua aliança de amor feita conosco que somos o seu povo.

udienza_07 (1)

Pe. Gimesson Eduardo da Silva, scj Colégio Internacional Leão Dehon (Roma) Mestrando em Teologia Dogmática na Pontifícia Universidade Gregoriana

Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s