BRE – “É a missão que salva a originalidade do Evangelho” diz dom Waldemar Passini

“É a missão que salva a originalidade do Evangelho”

Por Rosinha Martins| 16.10.13| Na Celebração Eucarística que abriu as atividades da reunião ampliada da Comissão para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada da CNBB, em Brasília, nesta quinta, ao fazer referência ao Evangelho da liturgia de hoje, no qual Jesus critica os fariseus com  três “ais”, dom Waldemar  Passini Dalbello, convocou o grupo a atualizar essa palavra de Deus e aplica-la à realidade da Igreja atual.

“Por que os fariseus que são homens formidáveis do ponto de vista religioso são criticados por Jesus? E ao invés demerecerem um “bem-aventurados, merecem três “ais”. Jesus critica a sua estrutura religiosa frágil: pagam o dízimo mas se distanciam da justiça e do amor de Deus. Jesus os critica pelo salário que eles recebem (querem ser cumprimentados nas praças públicas), e por fim o destino deles é trágica. Eles merecem mais um “ai”, porque as pessoas os tem como referência, mas eles não comunicam vida”, disse.

Para dom Waldemar, a deficiência de base dos fariseus estabelecia no fato de que o “eu” absorvia a experiência religiosa. Os fariseus não saiam mais, não estavam mais atentos com os que estavam do lado de fora. Para  dom Waldemar, esse é o pecado que a Igreja cometeu por muitos anos.

“Olhamos para fora na expectativa do salário (ser cumprimentados na praça pública, ou ganho econômico, ou ganho político). O senhor hoje nos diz que é preciso olhar para fora, como missionários”, relatou.

O bispo ressaltou aspecto missionário da Igreja como fundamental para a encarnação do evangelho e a compreensão da sua lógica.

“É a missão que salva a originalidade do Evangelho, porque o evangelho nos é dado por um missionário, Jesus, missionário do Pai. A lógica evangélica só é compreensível na missão. É a missão que faz com que não nos esqueçamos da justiça e do amor de Deus, que orienta o louvor e os aplausos para Aquele que nos amou, mas há missão onde a vida é comunicada àquele que vem e este que vem é preciso ser considerado como Deus o considera: merecedor da vida do Filho e se nós somos o missionário Deus considera aquele que vem como merecedor da nossa vida, da nossa entrega”, concluiu.

Ainda na manhã desta quarta, as comissões presentes na reunião puderam partilhar sobre a organização dos eventos previstos para 2014. A Organização dos Seminários e Institutos do Brasil (OSIB) está preparando  o Seminário Nacional sobre a Formação Presbiteral que acontecerá de 20 a 25 de janeiro. O evento terá como tema “Corramos com perseverança com os olhos fixos em Jesus” e o 15º Encontro Nacional sobre Formação Presbiteral que se realizará de 05 a 11 de fevereiro, com o  tema “Concílio Vaticano II e os Presbíteros no Brasil: Testemunhas de Fé, Esperança e Caridade e lema “Estai sempre prontos a dar a razão da esperança a quem a pedir” (cf. IPd 3, 15).

Durante a tarde, os organismos se reunirão  para avaliação das atividades de 2013, revisão do planejamento das ações para 2014 e propor sugestões para o tema do mês vocacional de 2015.

A reunião ampliada da Comissão para os Ministérios ordenados e a Vida Consagrada que acontece, no Centro Cultural de Brasília, encerra nesta quinta, 17.

 POR: CRB COMUNICAÇÃO

Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s